top of page
Buscar
  • Foto do escritorAscom Sintesam

Atividades do Comando Local de Greve aumentam mobilização

Em ritmo de trabalho frenético diariamente, o CLG já esteve em todos os setores da Ufam na capital desde que a greve começou efetivamente, em 18 de março; visitas levam conhecimento aos técnicos-administrativos em educação sobre direitos e captam cada vez mais apoiadores


Comando Local de Greve na Prefeitura do Campus Universitário, na Ufam; foto: Adna Wally/Sintesam


Bem ao contrário do que o senso comum pode dizer, durante o movimento grevista o trabalho dos técnicos-administrativos em educação (TAEs) que aderem à greve, por muitas vezes, acaba sendo até maior que o do cotidiano. Os voluntários que atuam no Comando Local de Greve (CLG) se reúnem diariamente para discutir questões estratégicas e também revezam atividades externas, que vão desde panfletagens e organização de assembleias até as visitas em diversos setores da Universidade Federal do Amazonas, a Ufam. Os TAEs estão em greve de esvaziamento desde o dia 18 de março de 2024.


Na quarta-feira, 10 de abril, o CLG esteve no Museu Amazônico, na Ramos Ferreira, Centro, como parte das atividades de greve. Durante a mobilização, o CLG explicou aos TAEs daquele setor o caráter da greve e também as pautas nacionais e locais. O Comando divulgou as atividades do calendário de greve e estendeu o convite para participação aos técnicos do museu na luta.


Fachada do Museu Amazônico. Foto: arquivo/Ufam


A recepção foi positivamente significativa, tanto dos TAEs quanto da direção. Em fala pública durante a reunião, o diretor do museu, Dyson Teles, afirmou que entende e respeita o direito de todos os servidores que participam do movimento grevista, sem retaliações. O encontro levou vários técnicos do Museu para a assembleia realizada em 11 de abril, na última quinta-feira. Essa conexão presencial promove identificação com as causas expostas nas pautas da greve - que, se aprovadas, beneficiam todos, até mesmo quem não aderiu ao movimento.


Já nesta sexta-feira, 12 de abril, a Prefeitura do Campus Universitário da Ufam (PCU - Ufam) recebeu o CLG para uma reunião que colocou em pauta as atualizações sobre a greve até o presente momento. Em visitas como essa, os servidores do setor são ouvidos sobre eventuais dificuldades. Assim como no Museu Amazônico, o gerente local também esteve na reunião - no caso, o prefeito do PCU, Milton Júnior, e igualmente se mostrou solícito às reivindicações, sem intenção de boicotes à participação na greve.


Mesmo com o clima pacífico, é importante destacar que a visita foi necessária após denúncias anônimas de retaliações no setor. De qualquer maneira, a reunião com servidores e prefeito do PCU deixou claros a legislação de greve e os direitos do servidor.


O CLG também esteve no interior do Amazonas, em Itacoatiara, como contamos no terceiro boletim informativo do Sintesam.


Lembre-se: situações de denúncia, dúvidas ou pedidos de análise de essencialidade devem ser encaminhados ao e-mail sintesam@sintesam.org para que a comissão competente do CLG possa atender devidamente. Sugestões de visita também são bem-vindas no mesmo endereço e em nossas redes sociais, disponíveis na barra inferior aqui do nosso site.


Acompanhe nossos boletins informativos de greve semanais aqui no site, na aba NOTÍCIAS + INFORMATIVOS. Ou clique aqui.


Comments


bottom of page