top of page
Buscar
  • Foto do escritorAscom Sintesam

Reunião da Fasubra com Camilo Santana, Ministro da Educação: a primeira de muitas

Representantes da Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-administrativos em Instituições de Ensino Superior Públicas do Brasil - a FASUBRA Sindical, os coordenadores-gerais José Almiran, Cristina del Papa e Ivanilda Reis, reuniram pela primeira vez na última quinta-feira (28) com o ministro Camilo Santana, que lidera a pasta da Educação no Governo Lula

Da esquerda para a direita: coordenadora-geral da FASUBRA, Cristina Del Papa e Camilo Santana, Ministro da Educação. Foto: divulgação/MEC O primeiro encontro do ministro Camilo Santana, que comanda a pasta da Educação, com a FASUBRA, no dia 28 de junho, foi muito produtivo para toda a categoria e abriu portas que estavam fechadas há anos. A primeira pauta discutida - e que também é prioridade da federação - foi a carreira. A reativação imediata da Comissão Nacional de Supervisão da Carreira é um dos principais pedidos e o ministro já o atendeu prontamente, solicitando a formação ao setor responsável.


Em seu Instagram oficial, o ministro Camilo Santana divulgou o encontro: "Dialogando com todos os setores, sigo em agenda de trabalho, recebendo agora, no MEC, a Direção Nacional da Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-administrativos em Instituições de Ensino Superior Públicas do Brasil (Fasubra). No vídeo, os coordenadores gerais José Almiran, Cristina del Papa e Ivanilda Reis contaram um pouco sobre os encaminhamentos da nossa reunião."


A coordenadora-geral da FASUBRA Sindical, Cristina del Papa - segundo a qual a reunião foi "excelente" e "superou as expectativas" - gravou em vídeo o resumo dos pontos tratados com o ministro, que também cuidaram dos profissionais de hospitais universitários e de um plano nacional de capacitação. Assista abaixo:



Em formato de informe, a FASUBRA divulgou às bases os detalhes, por escrito, da reunião:


“A reunião foi muito boa. O ministro da educação se comprometeu após a fala da Tânia Mara Francisco, uma das diretoras do MEC presente na reunião de fazer a portaria ainda esse mês de recomposição da comissão nacional de supervisão da carreira para que possamos discutir e avançar na reestruturação da carreira. Sobre a questão da Democratização das universidades o ministro se comprometeu em respeitar o resultado das eleições na universidade nomeando o primeiro colocado. Questionou ao diretores porque a lei de Escolha dos Institutos federais não é mesma para as Universidade e ficou de ver junto a congresso a mudança da lei. Sobre os hospitais universitários, o ministro falou do novo presidente que está assumindo a Ebserh e prometeu uma reunião conjunta com a FASUBRA e Diretor da EBSERH falando sobre os problemas relatados na reunião e modelo de hospital escola que queremos. Sobre concursos público, o MEC já solicitou ao ministério de gestão a necessidade de novos concursos para as Universidade e Instituto federais. Ficou avaliar alguns cargos que foram extintos ou proibido concurso no último governo. Saímos com a promessa de reuniões com o ministro da educação para discutir cada item da nossa pauta: - Democratização nas universidades; - Hospitais universitários/ EBSERH - Revogação do Novo ensino médio; - PNE. Essas mesas setorias será criada em julho e a FASUBRA vai encaminhar as proposta de data, pauta e as secretarias envolvida nas discussões. Como uma primeira reunião com o ministro da educação, ele se mostrou bastante solicito em ouvir e anotar as nossas demandas.”

Comments


bottom of page