Buscar
  • Ascom Sintesam

SINTESAM PROTESTA CONTRA PORTARIA DA UFAM QUE MANTÉM TRABALHO PRESENCIAL APENAS PARA TAEs



O Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Superior do Estado do Amazonas (Sintesam) protestou na manhã desta segunda (17) na Reitoria da Universidade Federal do Amazonas (Ufam). A manifestação ocorreu após a publicação da Portaria Nº 94, do Gabinete da Reitoria da Universidade Federal do Amazonas (Ufam). O documento determina a suspensão das atividades presenciais na universidade por 30 dias, mas mantém para os Técnicos-Administrativos em Educação (TAEs).


Dirigentes do Sintesam usaram faixas e carro de som para manifestar a indignação contra a Portaria. Servidores(as) que estavam trabalhando no prédio da Reitoria também se juntaram ao protesto. O sindicato classifica a medida como uma decisão discriminatória contra os TAEs, uma vez que estes devem continuar trabalhando presencialmente de forma escalonada enquanto as demais atividades presenciais estão todas suspensas.


Após a manifestação, os representantes foram recebidos pela reitora em exercício, Therezinha Fraxe, que se comprometeu a ouvir as reivindicações dos TAEs em reunião a ser realizada na próxima quarta (19), às 10h, na Reitoria.


“Várias instituições estão suspendendo os trabalhos presenciais e retornando às atividades remotas. Manter o trabalho presencial apenas para uma categoria é uma ação discriminatória, que desrespeita a vida de servidores(as) e de suas famílias. Por isso, o sindicato está avaliando as ações cabíveis para impedir esse descaso”, destacou a Comissão Diretiva do Sintesam.