Buscar
  • Ascom Sintesam

SINTESAM FISCALIZA RETORNO PRESENCIAL DE SERVIDORES NA UFAM

Sindicato vai participar de reunião com a reitoria nesta quinta (7), após denúncia de não cumprimento de normas sanitárias

Foto: Divulgação

O Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Superior do Estado do Amazonas (Sintesam) fez uma série de questionamentos à Universidade Federal do Amazonas (Ufam) sobre o retorno presencial dos servidores, que vem acontecendo desde o dia 1º de setembro.


Após receber denúncia de que servidores estariam sendo convocados ao retorno das atividades presenciais sem cumprimento de normas sanitárias e sob ameaça de punição, o Sintesam solicitou esclarecimentos à universidade.


“As decisões de retorno das atividades presenciais devem ser de amparo sanitário e parecer do comitê de biossegurança, sob risco de possíveis danos à saúde dos servidores”, destacou Ilton Pereira, presidente da Comissão Diretiva do Sintesam.


O sindicato vai participar de reunião com a reitoria nesta quinta-feira (7), para esclarecimentos sobre as condições de trabalho neste retorno presencial.


“Estamos acompanhando de perto a situação. Entendemos que as condições de infraestrutura são as piores possíveis. Não há transporte para a condução interna dos servidores, o restaurante não está funcionando, não há aferição de temperatura e a disponibilidade de álcool em gel para higienização”, alertou a Comissão Diretiva.